terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Valores e Virtudes


O ser humano é dotado de Valores e Virtudes
As quais são Atitudes, ações, características de cada indivíduo. O que difere um do outro é que as Virtudes são ações positivas, boas, que demonstram qualidade no ser humano, torna os indivíduos mais elevados, íntegros, humanitários. Quanto aos Valores são características de cada ser, podendo ser boas ou más.  Portanto, todas as virtudes são valores, mas nem todos os valores são virtudes.

          Vejamos algumas dessas virtudes:
§  Autoconfiança – virtude que pode ser conquistada mediante o desenvolvimento de recursos e habilidades que proporcionam competência, segurança e tranqüilidade no decurso da vida. A pessoa autoconfiante é prudente, equilibrada, cautelosa e possui imensa fé em si mesma.
§  Benevolência  - qualidade do indivíduo que  pratica o bem, a generosidade,  gentileza e simpatia.
§  Contentamento – virtude que promove alegria e bem-estar. Proporciona o poder de enfrentar adversidades com serenidade e jovialidade.
§  Coragem – habilidade para enfrentar os perigos no decorrer da vida. Inspira o indivíduo a agir com perseverança e determinação.
§  Desapego – virtude que capacita o indivíduo a ver os fatos com  imparcialidade. A pessoa que consegue desapegar-se de suas próprias idéias e opiniões, livre de preconceitos, é capaz de agir com justiça.
§  Despreocupação - ser despreocupado denota serenidade, confiança, paz. Significa viver com intensidade e prazer, permitindo ao amanhã cuidar de seus próprios interesses. Despreocupado não quer dizer descuido e imprudência. Muito pelo contrário, pois esta virtude inspira o indivíduo a tornar-se responsável e cuidadoso com o que lhe compete.
§  Determinação  - Firmeza e perseverança  são duas aliadas desta virtude. Ela permite ao indivíduo progredir, a ter sucesso em todos os seus empreendimentos. Capacita o ser humano a concluir sempre todas as tarefas a que se programou. É uma virtude necessária para assimilar as demais virtudes e para livrar-se de todas as negatividades.
§  Disciplina – É ordem, organização, aceitação de preceitos e normas. Para assimilar e manter esta virtude, o indivíduo precisa corrigir, moldar e aperfeiçoar seu caráter. Para obtê-la é imprescindível a utilização de outras virtudes como, paciência, tolerância e perseverança.
§  Docilidade – A vida torna-se mais encantadora quando as pessoas  agem com docilidade, bom humor e gentileza.
§  Empatia – capacidade de  se identificar com outra pessoa e compreendê-la emocionalmente. De colocar-se no lugar do outro, em sua própria pele. De compreender seus problemas. De aconselhar com acerto e coerência.
§  Entusiasmo – é a chama que provoca ação. É vida em movimento. É motivação. É o fogo interior que proporciona prazer e vitalidade para executar os planos traçados.
§  Estabilidade – significa coerência, responsabilidade, constância. Esta virtude não admite rigidez, mas requer flexibilidade e adaptabilidade.
§  Flexibilidade – virtude que permite adaptação constante às pessoas e circunstâncias. Promove harmonia nos relacionamentos.
§  Generosidade – significa desprendimento, liberalidade, altruísmo. A pessoa dotada desta virtude aprecia verdadeiramente os outros, e presta a ajuda necessária sem esperar nada em troca. Ela promove o fortalecimento das relações e a paz no contexto social.
§  Honestidade – suscita a necessária confiança entre as pessoas. Em todos os atos da vida esta qualidade deve estar presente.
§  Humildade – significa modéstia, compostura, ausência de vaidade.
§  Introspecção – é a pedra fundamental de todas as virtudes. Graças a ela, o ser humano torna-se capaz de avaliar e transformar sua personalidade. Mergulhar no interior de si mesmo é uma condição necessária para o auto-aperfeiçoamento. Harmoniza todo o ser.
§  Jovialidade – O dom de ser alegre, bem-humorado, de rir e fazer rir, é uma qualidade indispensável para a existência da harmonia nos relacionamentos. Proporciona bem-estar e leveza de espírito. Irradia simpatia, conquista a amizade, desenvolve o ânimo.
§  Longanimidade – significa complacência, indulgência, benignidade, tolerância. Desenvolve uma disposição natural de ânimo para suportar, com serenidade e resignação, insultos, vexames, ofensas e contrariedades.
§  Maturidade – habilidade de agir com coerência e acerto em todas as circunstâncias. Ela proporciona o desenvolvimento fenomenal de outra virtude, a sabedoria.
§  Misericórdia – Confere às pessoas o dom de perdoar as faltas dos outros, de compreender suas fraquezas, pois carrega em si a tolerância e a compaixão.
§  Paciência – significa ser calmo, sereno e equilibrado. Denota controle sobre desejos e emoções.
      Possibilita pensamentos e julgamentos imparciais e objetivos.
§  Precisão – proporciona clareza e perfeita definição. Graças ao autocontrole, paciência, serenidade,
      conhecimento de causa, este dom pode prosperar, trazendo benefícios incalculáveis ao progresso
      e bem-estar.
§  Pureza – Presença de uma mente sã, plena de amor e justiça, isenta de máculas, livre de preconceitos e superstições.
§  Sabedoria – Confere o poder de controlar impulsos e reações, ter uma visão de águia, reconhecer a verdadeira intuição, ser previdente. Pode-se observar o perfeito equilíbrio de todos os poderes e talentos quando a sabedoria está presente.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...